Genética e gado!

Genética e gado!

A ciência evoluiu muito nos últimos séculos e com ela a tecnologia. Essas inovações e avanços trouxeram valiosas contribuições para a pecuária brasileira.

A introdução de raças puras, altamente especializadas e produtivas, elevou o patamar do país no ranking dos produtores e tornou o Brasil o maior exportador de carne bovina do mundo.

A partir desse status ao redor do mundo, surgiu a prática de melhoramento genético, que elevou o gado de corte a um outro patamar e que se mantém no mercado como uma grande tendência.

A carga genética do rebanho está diretamente ligada com a sua eficiência de produção, ou seja, quanto melhor for a genética do gado, melhor são suas proles e melhor são as proles de suas proles.

Por isso a manipulação genética de gado se tornou uma prática tão comum na hora de abastecer um rebanho, seja ela para corte ou não.

Além de proporcionar características como saúde melhor e carne mais saborosa, a genética aprimorada evita que o gado nasça com problemas congênitos.

Isso transforma a carne em um excelente produto para ser exportado e distribuído ao redor do mundo!

✅Gostou do conteúdo? Curta e Compartilhe!